Seja bem vindo ao "Blog do Borjão"

domingo, 31 de janeiro de 2010

DICA DO BORJÃO

A DICA DE HOJE É A BELÍSSIMA CANÇAO "CONCEIÇÃO", NA INTERPRETAÇÃO DO GRUPO MUSICAL "MPB 4" E "CAUBY PEIXOTO". TENHAM UM BOM DOMINGO E ATÉ PRÓXIMA "DICA DO BORJÃO"



sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

CITAÇÃO DO DIA



CHARGE DO DIA



RAPIDINHAS DO BLOG...


GOVERNO LIMITA GASTOS PARA EVITAR ALTA DOS JUROS

Mesmo com o Orçamento deste ano aprovado, o governo federal vai limitar os gastos até março para demonstrar ao Banco Central e ao mercado financeiro que está comprometido com o cumprimento da meta de superávit primário (economia para pagamento dos juros) de 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010. Na próxima semana, o governo federal vai editar um decreto de programação orçamentária provisória para fevereiro e março, estabelecendo que nesse período poderão ser gastos o equivalente a dois doze avos do Orçamento. Esse instrumento costuma ser utilizado nos anos em que a aprovação sofre atraso. O uso do decreto neste ano não significa que o governo esteja cortando gastos, mas indica que pretende manter o Orçamento sob controle. A limitação deve ser mantida até março, quando será feita, pela primeira vez neste ano, a avaliação bimestral das receitas e despesas e será editado o decreto definitivo para 2010. Ou seja, será definido se haverá ou não cortes no orçamento. Além da prudência nos gastos, o objetivo da medida é convencer o Banco Central de que não é necessário elevar os juros, pelo menos no curto prazo, porque o governo está contendo os gastos, um estímulo a menos para aumentar a inflação. Atualmente, há uma descrença no mercado de que o governo conseguirá atingir a meta de superávit de 3,3% do PIB. As apostas são de que essa economia não será superior a 2,5% do PIB. O objetivo da limitação dos gastos é mudar essa percepção.


BANCOS PODERÃO RECEBER GARANTIAS DE ESTATAIS ELÉTRICAS

O Conselho Monetário Nacional (CMN) alterou a legislação para permitir que instituições financeiras possam receber garantias de empresas públicas do setor elétrico em empréstimos. Um dos objetivos da medida é facilitar o acesso ao crédito de Sociedades de Propósito Específico (SPE) em empreendimentos como as usinas hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau. Ao todo, companhias como a Eletrobrás poderão tomar até R$ 11 bilhões em crédito com garantia no sistema financeiro. Pela decisão do CMN, todas as companhias estatais elétricas - sejam federais, estaduais ou municipais - podem tomar crédito nos bancos e oferecer garantia contra uma eventual falta de pagamento. Essa garantia pode ser dada em títulos, entre outros ativos, e tem como objetivo reduzir o juro pago no financiamento. Para o banco, quanto mais garantia o empréstimo tiver, mais barato o crédito pode ser oferecido. A medida era esperada pelo setor já que no início de janeiro o governo havia retirado entraves legais que impediam a oferta dessa garantia. Antes, quando eram impedidas de dar as garantias exigidas pelos bancos, as estatais eram obrigadas a contratar um seguro ou oferecer carta-fiança para se contrapor à falta de garantias, o que tornava o custo do crédito mais caro. Já as empresas do setor privado, que são sócias das estatais nas SPE, não têm essa restrição. A autorização concedida pelo CMN prevê operações de até R$ 11 bilhões com garantia. Segundo o assessor econômico do Tesouro Nacional, Marco Augusto Gouvea, o valor é coerente com a participação das estatais em empreendimentos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).


CIENTISTAS REVELAM MAIS ANTIGO ANCESTRAL DOS PÁSSAROS

Foi descoberto na China o fóssil de um dinossauro carnívoro bípede que viveu há 160 milhões de anos e que pesquisadores identificaram como o membro Amis antigo conhecido da longa linhagem que inclui as aves. O Haplocheirus sollers tem um crânio longo e estreito, dentes miúdos e braços e antebraços fortes, o que permitia que caçasse pequenos lagartos, mamíferos e répteis,  escrevem os cientistas na edição desta semana da revista Science. O indivíduo, que possivelmente morreu no início da idade adulta, tinha uma cauda longa e o comprimento total do corpo era de entre 1,9 e 2,3 metros. Ele foi encontrado em um leito de lama alaranjada na bacia Junggar, na região chinesa de Xinjiang. "Ele tem características únicas, mas partilha algumas características com pássaros. Move as mãos para os lados, do mesmo jeito que os pássaros fecham as asas. Sua cabeça, coluna vertebral, membros superiores, mãos, tudo isso é semelhante ao dos pássaros", disse o pesquisador  Xu Xing, da Academia Chinesa de Ciências. Xu, um membro da equipe de pesquisas encabeçada por Jonah Choiniere, da Universidade George Washington, disse que embora a espécie tenha muitas características em comum com os pássaros, ela era mais parecida com "um dinossauro carnívoro típico". Segundo ele, esses animais "representam o estágio Amis primitivo da evolução dos pássaros, mas não são pássaros. Você pode dizer que são os mais antigos ancestrais dos pássaros... que muito devagar a linhagem se transformou em pássaros".


RÁPIDAS & CURTAS DO BORJÃO:


# O médico Roger Abdelmassih, acusado de 56 crimes sexuais a clientes de sua clínica de reprodução assistida, em São Paulo, irá se casar com a procuradora da República Larissa Maria Sacco, em fevereiro. O médico chegou a ficar preso de agosto a dezembro, quando o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, concedeu um habeas corpus afirmando que a prisão preventiva dele era uma antecipação da pena. A informação de que Abdelmassih irá se casar, publicada pelo jornal Folha de São Paulo nesta quinta-feira (28), foi confirmada ao G1 pelo advogado dele, José Luiz de Oliveira Lima, que não forneceu mais detalhes sobre a cerimônia. O médico ficou preso de 17 de agosto a 24 de dezembro de 2009, no 40º Distrito Policial, na Vila Santa Maria, Zona Norte da capital. Mesmo em liberdade, Roger Abdelmassih vai enfrentar outras ações na Justiça. Mais 14 mulheres denunciam ter sido vítimas de abuso sexual. O Ministério Público pede indenização para as vitimas, por danos patrimoniais e morais, em valores ainda não definidos. O Ministério Público quer ainda que a clínica de reprodução assistida do médico cumpra medidas de proteção ao consumidor, entre a elas a não utilização de material genético de desconhecidos sem autorização dos pais. 


# O escritor J.D. Salinger morreu aos 91 anos, "de causas naturais", em sua casa em New Hampshire, nos EUA. Recluso havia muitos anos, o escritor não dava entrevistas nem se deixava fotografar. O seu livro mais conhecido, "O Apanhador no Campo de Centeio", foi lançado em 1951. O personagem principal do livro, o adolescente Holden Caufield, se tornou símbolo da geração de jovens do pós-guerra. A obra foi um sucesso mundial, e vendeu mais de 60 milhões de cópias em todo o globo. O anúncio da morte foi feito pelo filho do autor, a partir de um comunicado emitido pelo representante literário de Salinger, na quinta-feira, 28/01.


# FILOSOFIA DE BOTECO MADE IN "RABISCOS DO SAMUEL": E na parede do banheiro masculino estava rabiscado: Com a nova Lei Ambiental fiquei numa dúvida danada!!! Afogar o ganso passou a ser crime???


# O QUE FALAM DO BLOG DO BORJÃO: O meu amigo e conterrâneo Ricardo "Dictê" Guilherme, ao acessar o Blog em 28/01/2010 no tópico RAPIDINHAS DO BLOG onde o Borjão fez uma crítica ao DNIT-CE, postou o seguinte comentários: "Caro amigo Borjão um grande abraço. É uma coisa repugnante o que estão fazendo, ou melhor, faz que de conta que estão, essa praga que é o Dnit, que deveria ser Dnada,na recuperação da estrada(?) após a divisa do RN com o CE. Faz mais de 01 ano que um trecho de pouco mais de 100 km e não sai, alem de ser o asfalto o famoso "SONRISAL". RICARDO GUILHERME.MOSSORÓ-RN."

INDICADORES DO BLOG



ARTE NO BLOG


PABLO PICASSO - O "RETRATO DE SUZANNE BLOCH"



O "Retrato de Suzanne Bloch",  quadro de 65x54cm,  é a última obra do catalão  Pablo Ruiz Picasso (1881-1973) em sua fase azul, considerada um momento de transição em sua carreira, fase essa que antecede o cubismo.
 
Entre 1901 e 1904, ele viveu entre Barcelona e Paris, e foi na capital francesa que ele elaborou o retrato de Suzanne Bloch, importante cantora wagneriana e irmã do violinista Henri Bloch. O retrato foi feito no ateliê do artista, na rua Ravignan, número 13, em Paris.  
 
O "Retrato de Suzanne Bloch" representa uma fase de inquietação artística de Picasso. Utilizando apenas tons de azul escuro, Picasso tentava tirar a profundidade das imagens. A "fase azul" está, ao lado do cubismo e da "fase rosa", dentro dos períodos mais importantes da carreira de Picasso.

O cubismo é uma das maiores marcas do pintor espanhol, mundialmente conhecido pela obra "Guernica", exposta no Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, em Madri, para o qual voltou dos EUA, com o fim da ditadura do General Franco na Espanha.


RECEITA DO BLOG


RECEITA DE PANQUECA DE RICOTA COM MOLHO ROSÊ



 

Ingredientes

3 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de leite
3 colheres (sopa) de água
1 colher (sobremesa) de fermento em pó
3 colheres (sopa) de manteiga derretida
Sal a gosto
1 colher (sopa) de cebolinha picada para polvilhar



Recheio:

600g de ricota amassada
15 azeitonas pretas picadas
2 colheres (sopa) de azeite
Sal a gosto



Molho:

1/2 caixa de polpa de tomate
1 lata de creme de leite
Sal a gosto



Modo de Preparo

Bata todos os ingredientes da massa no liqüidificador. Aqueça uma frigideira antiaderente, coloque uma quantidade de massa que cubra a frigideira, esparrame bem e frite dos dois lados até que fique tenra. Misture a ricota com a azeitona preta, o azeite e sal. Em uma panela, esquente a polpa de tomate com o creme de leite e sal. Recheie a panqueca com a ricota temperada, enrole, coloque o molho por cima e para finalizar polvilhe com a cebolinha.


Colaboradores

Culinarista: Gustavo Gutierrez   
Foto: Marcelo Breyne


CIRCULA NA INTERNET

VEJAM O QUE UM AMIGO DO BORJÃO SABENDO QUE SOU BOTAFOGO MANDOU VIA E-MAIL PARA SER PUBLICADO NO BLOG



IMAGEM DO DIA


Uma bela imagem clicada pela digital do Borjão, focalizando as residências "Dos Borges" na pitoresca Praia de Tibau-RN

PIADA DO BLOG


GOL DE PLACA

Tarde de domingo. Futebol de várzea em Lisboa. A certa altura um dos jogadores vai cobrar um escanteio e o gandula, muito sacana, coloca uma pedra no lugar da bola. O cobrador
do escanteio, toma distância, corre e pimba. Mete uma bicuda na bola, ou melhor, na pedra. Cai no chão, começa a gemer, mas logo está dando gargalhadas! Um jogador, indignado, pergunta:
— Você acabou de quebrar o pé chutando a pedra, posso saber do que você está rindo?

— Hahaha! Tô rindo daquele imbecil que fez o gol de cabeça!

TEXTO DO BLOG


A OUSADIA QUE NOS FALTA


por Murillo de Aragão


A China pós-crise está recebendo investimentos diretos estrangeiros da ordem de 10 bilhões de dólares por mês.
A projeção para os próximos doze meses é de 120 bilhões de dólares. Provavelmente, o triplo do que o Brasil irá receber no mesmo período.
O investimento na China visa, sobretudo, aumentar a margem de lucro de quem vende no mundo inteiro. Vamos tomar o exemplo do iPhone. Quanto será que custa fazê-lo na China?
A empresa iSuppli, uma empresa de pesquisa de Mercado, desmantelou um iPhone 3GS de 16GB, e chegou a conclusão de que o aparelho custa US$178,96 para ser feito. Para padrões chineses, é um produto caro.
Tanto é que já existem dezenas de aparelhos similares feitos na China por preço muito mais barato. A qualidade não é grandes coisas.
No entanto, se o iPhone fosse feito nos Estados Unidos deveria custar o triplo. O que, de cara, iria inviabilizar a sua popularização no mundo. Encontrando preço barato na China, a Apple fez um produto tecnologicamente avançando e que está nas mãos de milhões em todo o mundo.
Por que o Brasil não pode fazer o mesmo? Bem, o Brasil tem uma mentalidade burocrática, intervencionista e uma estrutura trabalhista arcaica onde o patrão paga muito e o trabalhador recebe de menos. O pedágio estatal é alto demais.
Na China, não existe legislação trabalhista, o salário é de fome, as leis ambientais inexistem e um pré-capitalismo, em seu pior e mais perverso aspecto, é praticado com profundidade e frieza nos tempos atuais.
Por exemplo, se uma futura fábrica tem que desalojar uma favela ou uma tribo não há nenhum problema. A policia tira todo mundo em dois minutos. Não existe IBAMA demorando cinco anos para dar uma licença ambiental.
Nem TCU nem Ministério Público. A imprensa só publica a versão oficial. E a internet é censurada. Mesmo assim, 120 bilhões de dólares vão chegar lá nos próximos doze meses.
Evidente que um mercado consumidor de mais de um bilhão e trezentos milhões de pessoas é atraente.
Mas, o poder aquisitivo não é dos melhores. A renda per capita chinesa, em 2010, deve chegar a Us$ 2,400.No Brasil, com todas as injustiças e desvios do sistema, vamos ultrapassar a renda per capita de US$8,000.
Assim, um brasileiro pode consumir, pelo menos, quase quatro vezes mais do que o chinês. Pela renda e, principalmente, pelo fato de que o consumidor brasileiro está sendo educado para o consumo há muitas décadas.
Assim, o Brasil tem o potencial de atrair o dobro do que atraí em investimentos. O que o Brasil pode fazer para ter o sucesso chinês sem o peso da desigualdade e das injustiças do sistema?
Basicamente temos que atuar nas seguintes frentes: reduzir o custo fiscal das exportações; ampliar o financiamento de nossas exportações; reduzir o custo de contratação da mão de obra; eliminar a burocracia; ter políticas de incentivo a setores em que queremos ser competitivos; fortalecer o BNDES em seu papel de "eximbank"; manter a expansão do crédito; fortalecer nossa representação comercial no exterior; e, sobretudo, manter o ganho de renda dos mais pobres.
O Brasil pode crescer muito mais ancorado em seu mercado interno e nas suas exportações. Se a China é um mercado fabuloso, o Brasil será sempre um mercado menor com maior potencial de consumo per capita e desenvolvimento social.
Porém, ainda nos falta ousadia para aproveitar intensamente as oportunidades que se apresentam.
 
Murillo de Aragão é cientista político

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

CITAÇÃO DO DIA



CHARGE DO DIA



RAPIDINHAS DO BLOG...


FRANÇA RECUPERA O 1º LUGAR EM PRODUÇÃO DE VINHOS

Se em 2008 a França viu seu reinado ser desbancado e perdeu a primeira posição no ranking de produção mundial de vinhos, com 41,4 milhões de hectolitros, 7 milhões a menos do que a Itália, em 2009 os produtores recuperaram sua dignidade e encabeçam novamente o topo da lista. Segundo a OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho), no ano passado os franceses produziram 45,7 milhões de hectolitros, valor muito próximo aos 45,5 milhões italianos, país que agora ocupa a segunda posição. Embora os dados da produção passada não estejam completos, faltando a chinesa e russa, a OIV acredita que todas as outras colocações devem permanecer iguais as de 2008. Já no montante total da produção, os valores continuam no mesmo nível de três anos atrás. O ano de 2009 terminou com cerca de 268 milhões de hectolitros fabricados, nível praticamente idêntico ao visto em 2007 e 2008, que tiveram 266,1 e 267,8 milhões, respectivamente. Analistas, entretanto, advertem que este equilíbrio visto nos últimos anos deve ser quebrado rapidamente, já que enquanto o continente europeu, que produz e consome mais de 50% do vinho mundial, dá sinais de enfraquecimento e redução tanto na produção quanto no consumo, outros grandes mercados caminham para uma nova realidade. Hoje, não só os EUA mostram que estão bebendo mais, como também passaram a produzir mais vinhos. O país já é o quarto maior produtor do mundo, com mais de 20 milhões de hectolitros. Outros gigantes também se mostram fortes no mercado, como é o caso da China, que ocupa o sétimo lugar na produção, com 12 milhões de hectolitros só para o consumo interno. No chamado "Novo Mundo", os vinhos chilenos e argentinos também despontam como os favoritos; mas produtores ainda modestos, como a Nova Zelândia e o Brasil, também vêem seus vinhos sair das fronteiras e ganhar o mundo.


NOVA AGÊNCIA VAI FISCALIZAR A PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta semana, 26/1, em cerimônia no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória da Presidência da República, em Brasília, o decreto que cria a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). Após a solenidade, o ministro da Previdência Social, José Pimentel, disse que a nova agência vai fiscalizar e supervisionar o setor. Em entrevista coletiva, o ministro disse que, em 2009, os fundos de pensão movimentaram R$ 506 bilhões de ativos, o que representa cerca de 20% do PIB. Ao fazer um balanço das medidas tomadas para melhorar a questão da previdência em geral, Pimentel lembrou que uma das metas do governo era equilibrar financeiramente a previdência pública urbana do País. Segundo ele, em 2003, faltavam R$ 11,9 bilhões para fechar as contas da previdência urbana e, em 2009, foram arrecadados R$ 179 bilhões e a previdência pagou R$ 176 bilhões, o que significa um saldo positivo R$ 3 bilhões. Por conta desse saldo positivo, segundo Pimentel, foi possível começar a pagar "esqueletos" no valor de R$ 6 bilhões de ações e compensações previdenciárias e, por causa disso, acabou ocorrendo o déficit de R$ 2,7 bilhões. Para 2010, prevê Pimentel, as contas serão equilibradas novamente e os esqueletos continuarão a ser pagos. Ele não disse, entretanto, o valor desses pagamentos. Perguntado se as indicações para os novos superintendentes da Previc eram políticas, Pimentel disse que o presidente determinou que os critérios fossem técnicos, mas lembrou que eles não têm mandatos. Sobre a possibilidade de ele deixar o cargo para se candidatar nas próximas eleições, Pimentel desconversou e disse que isso só será definido com "as águas de março".


BUSCA POR ETS PODE DAR RESULTADO EM BREVE, DIZ ASTRÔNOMO

 Importantes avanços tecnológicos da última década puseram a humanidade mais perto do que nunca de descobrir se existe vida extraterrestre em nossa galáxia, disse um dos principais cientistas do Reino Unido. O astrônomo e presidente da Royal Society Martin Rees afirmou que a ciência fez um progresso enorme na busca de planetas agrupados ao redor de outras estrelas - uma disciplina que, lembrou ele, não existia nos anos 90. "Agora sabemos que a maioria das estrelas, como o Sol, provavelmente têm sistemas planetários, e temos todos os motivos para acreditar que muitos desses sistemas contêm planetas muito parecidos com a Terra", disse ele. Rees afirmou que grandes passos dados na última década removeram um dos grandes obstáculos à descoberta de outros mundos, e possivelmente de formas de vida complexas, na Via-Láctea. "De fato, vivemos em tempos estimulantes", disse ele. E, a julgar pelos 250 importantes cientistas reunidos em Londres para participar da conferência da Royal Society sobre a "detecção de vida extraterrestre", ele não é o único entusiasta.



RÁPIDAS & CURTAS DO BORJÃO:


# Observando os serviços de recuperação da BR-304 no trecho Divisa RN/CE e Aracati-CE, os mesmos estão lentos e a camada de pavimentação que estão aplicando parece "asfalto de meia-tigela". Com as chuvas que virão nos próximos meses essa camada de asfalto vai se desmanchar devido a má qualidade da mesma.

# A chefe do Tribunal Superior de Justiça de Israel foi atingida no rosto nesta semana por um sapato lançado por um espectador no tribunal, disseram testemunhas do ataque. "No meio do processo judicial, vimos um sapato voar do público. Ele atingiu a juíza, Dorit Beinisch, bem entre os olhos. Ela caiu no chão", disse o advogado Tal Ron na Rádio Israel. "(O agressor) gritou 'você é corrupta, você me prejudicou'", disse Ron. "Guardas da segurança o agarraram imediatamente. Ele parecia um louco". Repórteres que estavam presentes no local disseram que dois sapatos foram lançados contra Beinisch, mas o segundo errou o alvo. O marido de Beinisch disse que a juíza levou um "tremendo golpe" que a derrubou da cadeira. Mas ele disse à rádio: "Ela está se sentindo melhor e acredita que poderá retornar para continuar o processo". O incidente ocorreu durante uma audiência sobre o uso médico da maconha. A rádio informou que o agressor era um homem de 52 anos com uma queixa sobre um outro caso.

# Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6382/09, do Senado, que reduz o valor das tarifas telefônicas nos municípios que não possuem provedores locais de acesso à internet. Atualmente, o consumidor dessas cidades precisa pagar ligações interurbanas para ter acesso a um provedor de outro município. Pelo projeto, o consumidor passará a pagar a menor tarifa local nessas chamadas. De acordo com o autor, senador Romero Jucá (PMDB-RR), o acesso à internet é um importante meio de inclusão social e as pessoas que moram em pequenas cidades não podem ser excluídos dela. O senador argumenta que toda a sociedade deve arcar com os custos da inclusão. Segundo a proposta, o responsável pela empresa de telefonia que deixar de cumprir a medida estará sujeito a multa ou detenção de um a quatro anos. A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


# O QUE FALAM DO BLOG DO BORJÃO: A "web leitora" Rita Schultz ao acessar o BLOG DO BORJÃO em 21/01/2010 no tópico COMUNICADO DO BLOG, onde constava a mensagem que o Borjão estava em repouso na Praia de Tibau-RN, postou o seguinte comentário: "Carpem Diem, Borjão"

Nota do Blog: "Carpe Diem" é uma frase em Latim de um poema de Horacio, e é popularmente traduzida para "colha o dia" ou "aproveite o momento".

INDICADORES DO BLOG




SAÚDE NO BLOG


CÂNCER DE PERITÔNIO É MAIS COMUM NO HOMEM, APÓS OS 50 ANOS DE IDADE

A doença tanto pode formar-se no próprio peritônio, chamada câncer primário, quanto ir para essa membrana do abdome por metástase, principalmente nos casos de câncer nos intestinos, ovário, útero, estômago, pâncreas e reto, o que é chamado carcinomatose peritonial. O câncer primário de peritônio, bastante raro, ocorre mais na população masculina a partir dos 50 anos.

por Fernando Medina da Cunha*

A mídia vêm dando destaque diariamente ao quadro de saúde da apresentadora de televisão Hebe Camargo (80), que, como se sabe, tem câncer no peritônio. Chama-se peritônio a uma membrana localizada no interior do abdome. Na verdade, são duas membranas separadas por um líquido que as lubrifica. O peritônio parietal reveste a parede abdominal e o peritônio visceral envolve os órgãos locais. O peritônio, como outros tecidos e órgãos humanos, infelizmente pode mesmo desenvolver câncer.

O câncer de peritônio é classificado em primário e secundário. Chama-se primário o câncer que se forma na própria membrana e secundário o que se forma em outro órgão na região - sobretudo intestinos, ovário, útero, estômago, pâncreas e reto - e por metástase invade o peritônio. O tumor primário é conhecido como mesotelioma, enquanto o que vem de outros órgãos é conhecido como carcinomatose peritonial.


A carcinomatose peritonial é comum, mas o tumor primário de peritônio, mais frequente em homens depois dos 50 anos, é raro. Sua incidência, porém, tem aumentado. A razão é esta: 70% a 80% dos casos de mesotelioma se devem à exposição crônica ao asbesto presente no amianto. A exposição não leva ao câncer rapidamente, apenas décadas depois. Assim, quem se expôs ao produto entre os anos 1950 e 1980, por exemplo, quando era liberado no país - foi proibido em Estados como São Paulo -, só agora vem apresentando o câncer.


Os restantes 20% a 30% da incidência de mesotelioma têm causa desconhecida. Pode ser que resultem do próprio envelhecimento humano. Sabe-se que quanto mais uma pessoa envelhece, mais fica exposta a erros na divisão celular, que marca o início do câncer.


Os sintomas básicos do mesotelioma e da carcinomatose peritonial são os seguintes: aumento do volume do abdome devido ao aumento da quantidade de líquido entre o peritônio parietal e o visceral; dificuldade para os alimentos ingeridos circularem pela região, o que leva à dificuldade de digestão; emagrecimento; fraqueza; e dor abdominal.


Pessoas cujo volume abdominal começa a crescer, causando os sintomas citados, devem consultar um médico oncologista. O diagnóstico inicial é clínico: o médico conversa com elas e analisa seu abdome. Com esse exame é possível constatar a presença de nódulos no peritônio. Para saber se são benignos ou malignos, faz-se biópsia. Constatada a malignidade, descobre-se se o câncer é primário ou metastático, e de que órgão veio a metástase, submetendo-se células do fragmento a diferentes substâncias ou submetendo os órgãos sob suspeita a exames de imagem.


A carcinomatose peritonial é combatida tratando-se do tumor no órgão de origem. As alternativas de tratamento, claro, são a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia. O tumor primário de peritônio é uma doença grave. Como ocorre sobretudo em idosos que muitas vezes já têm outras doenças, em geral não é possível submetê-los à cirurgia. Por volta de 60% dos casos, contudo, respondem bem à quimioterapia. Esse câncer ainda não tem cura. Mas, dependendo de sua agressividade, ou seja, velocidade de seu crescimento, é possível controlá-lo, proporcionando aos pacientes bom tempo de sobrevida.



* Fernando Medina da Cunha, médico oncologista na capital paulista, é ex-professor de Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de Campinas (Unicamp) e integra o corpo clínico do Hospital e Maternidade São Luiz - Unidade Anália Franco. E-mail: fmedina@oncologiaclinica.com.br


CIRCULA NA INTERNET


HELICÓPTERO FAZ POUSO FORÇADO NA ANCHIETA. E PAGA PEDÁGIO FORÇADO



Quatro pessoas estavam na aeronave, mas ninguém se feriu. Pouso aconteceu na altura do km 19, no sentido São Paulo. Além dos prejuízos causados pela queda, o proprietário da aeronave teve de pagar o PEDÁGIO, claro!

IMAGEM DO DIA


Uma bela paisagem na Praia de Tibau-RN, clicada pela digital do Borjão, focalizando as belezas da vegetação, falésias e o mar da aprazível Praia.

PIADA DO BLOG


O CONTRABANDO DE ANIMAIS

Um casal estava contrabandeando animais. Deu para colocar uma boa quantidade de animais nas malas, só o gambá que não conseguiram colocar na mala, tiveram que levar com eles. Chegando na inspeção do aeroporto a mulher perguntou ao marido:

-E agora, aonde eu coloco esse gambá?

-E ele respondeu- Coloca de baixo do vestido!!!


-Mas o fedor?


-O gambá aguenta.


TEXTO DO BLOG


QUEM NÃO GOSTA DO BOLSA-FAMÍLIA?

Será que alguém imagina que a interrupção avisada de um benefício favorece o governo na eleição? Que o fato de 1,4 milhão de famílias saberem que perderão um rendimento vai fazer com que votem em Dilma? 









por Marcos Coimbra


É impressionante a má vontade que parte da imprensa tem com o Bolsa Família. Vira e mexe, alguém encontra um motivo para criticá-lo, tenha ou não fundamento.
Quando acha que descobriu algo relevante, aproveita para externar sua antipatia em relação ao programa, quando não seus preconceitos contra os beneficiários.
0No último fim de semana, uma das mais importantes revistas de informação trouxe uma matéria típica dessa visão. Nela, ao questionar o que, em uma primeira impressão, parece uma decisão condenável do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que o administra, fica evidente a hostilidade que é dirigida ao programa, levando a interpretações infundadas e equivocadas.
Ninguém é obrigado a gostar do governo e é natural que existam órgãos de imprensa que se posicionem contra ele por motivos ideológicos. No mundo inteiro, isso acontece e é até salutar que tenhamos jornais e revistas com clara inclinação política e partidária.
O problema é que, às vezes, a circulação dessas matérias vai além da publicação de origem. Com a internet, algo escrito aqui está ali em um piscar de olhos, deixando menos nítida sua autoria.
Como determinado texto aparece em inúmeros lugares, parece que tem uma espécie de reconhecimento universal, que todos o subscrevem.
Foi o que aconteceu com a matéria em questão. Os mais prestigiosos blogs a republicaram, como que a endossando. Ela logo virou uma quase verdade.
Seu fulcro é a crítica à concessão de um novo prazo de carência para a exclusão de cerca de 5,8 milhões de pessoas da cobertura do programa, seja por não cumprimento da obrigação de se recadastrar, seja pela elevação da renda familiar para além do limite de R$ 140 per capita. Elas seriam excluídas em novembro passado, mas, com a prorrogação, só o serão em 31 de outubro próximo.
Em função disso, a revista se sentiu autorizada a chamar o programa de "Bolsa Cabresto", como se a data fixada no ato do MDS fosse evidência suficiente de suas intenções eleitorais.
Dado que 31 de outubro é o dia marcado para o segundo turno da eleição presidencial, estaria confirmado e provado o caráter eleitoreiro do programa. A coincidência "nada sutil" das datas explicaria tudo.
É realmente curiosa a tese. Será que alguém imagina que a interrupção avisada de um benefício favorece o governo na eleição?
Que o fato de 1,4 milhão de famílias saberem que perderão um rendimento vai fazer com que votem em Dilma?
Seria algo totalmente inédito, que desafia a lógica mais banal: alguém ter mais votos quando promete que vai eliminar um benefício e ainda marca o dia (pensando nisso, será que o comando da campanha da ministra atentou para a medida?).
O esdrúxulo argumento vem embrulhado com dados inexatos e ilações mal sustentadas. Tudo no Bolsa Família é inflado para parecer maior e pior.
A matéria afirma que "um em cada quatro brasileiros passou a ser sustentado pelo governo" (sugerindo que através do programa), enquanto se sabe que são 12,4 milhões as famílias beneficiárias (em um total de 60,9 milhões apuradas pela última Pnad), das quais o benefício não chega a "sustentar" nem um terço.
A "prova" que o programa seria um "poderoso cabo eleitoral" é extraordinária. Viria de um estudo que mostra que "a cada R$ 100 mil deixados pelo programa em municípios de mil habitantes" teria correspondido um acréscimo de 3% de votos para Lula nas eleições de 2006.
Será que a revista sabe que só existem 103 municípios no Brasil (em um total de 5.565) desse porte (menos que 2 mil habitantes)? Que neles vivem apenas 158 mil eleitores (em um total de mais de 130 milhões), que representam 0,0012% do eleitorado brasileiro?
Que o voto nominal total para presidente nesses municípios ficou perto de 125 mil? Ou seja, que esses números dizem, na verdade, que a propalada influência do programa é insignificante?
Para corroborar a ideia de que o Bolsa Família é o "Bolsa Cabresto", foi ouvida a opinião de um cientista político, para quem ele seria pior que o que faziam os "antigos coronéis": "(Eles) pelo menos aliciavam votos com o próprio dinheiro. O governo atual faz isso com dinheiro público".
Primeiro, o poder dos antigos coronéis não vinha do dinheiro, mas do mando local. Segundo, é isso mesmo que acham os opositores do programa, que ele apenas alicia votos com recursos públicos? Ou seja, que deveria ser encerrado e terminado, a bem da moralidade?
Enquanto for assim concebido por quem não gosta de Lula, do PT e do governo, mais o Bolsa Família ficará com a cara daqueles que o defendem. Criado em administrações tucanas e largamente ampliado e melhorado pelo governo Lula, é pena que isso aconteça. O programa deveria ser um patrimônio do país.

Marcos Coimbra é sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

CITAÇÃO DO DIA



CHARGE DO DIA



RAPIDINHAS DO BLOG...


MICROSOFT PEDE QUE UE ADOTE LEIS FAVORÁVEIS À COMPUTAÇÃO EM NUVEM

O vice-presidente e responsável legal da Microsoft, Brad Smith, solicitou que o setor da tecnologia da informação (TI) e os legisladores europeus criem a garantia jurídica necessária para impulsionar o cloud computing, ou computação em nuvem. O cloud computing consiste no uso de instrumentos da computação, como processamento, armazenamento e softwares, por acesso remoto pela internet. É o caso do e-mail baseado na web, no qual as mensagens não ficam armazenadas no computador do usuário e podem ser acessadas de qualquer lugar. Smith fez em Bruxelas um discurso sobre a necessidade de atualizar e harmonizar a legislação da União Europeia (UE) para ajudar a "criar confiança" neste tipo de computação, a incentivar o uso de serviços como o e-mail baseado na web o que, em sua opinião, permitirá que as empresas economizem muito dinheiro. A Microsoft tem 65% do mercado mundial de e-mail corporativo. Seu serviço do gênero, o Exchange Server 2010, representa uma redução de custos em tecnologia para as companhias de entre 40% e 70% e um aumento de 20% na produtividade, segundo dados da própria empresa. Para facilitar a expansão destas tecnologias, Smith destacou a importância de impulsionar a "conectividade" e estender as conexões de banda larga na Europa, já que "ninguém quer movimentar seus dados e depois descobrir que não pode ter um bom acesso a eles". O vice-presidente da Microsoft destacou a necessidade de que os governos europeus usem no desenvolvimento de redes de internet sem fio o espaço de frequência que ficará livre com a televisão digital terrestre. Smith também falou da possibilidade de criar um verdadeiro "mercado único europeu" de tecnologia da informação e de comunicação e de unificar o tempo que os países podem pedir aos provedores de serviços de comunicações eletrônicas para reter dados (entre seis meses e dois anos, segundo uma norma europeia dos anos 90). Ao mesmo tempo, o vice-presidente da Microsoft lembrou que os legisladores da UE deveriam velar pela privacidade dos usuários. Por isso, pediu uma atualização da lei de proteção de dados da UE e a garantia de uma defesa eficaz contra ataques cibernéticos. Além disso, Smith reivindicou uma maior colaboração da indústria e das autoridades dos diferentes países europeus, a fim de que possam acordar "princípios de transparência" para os serviços prestados pela internet.


OBAMA RECEBERÁ PERGUNTAS PELO YOUTUBE E AS RESPONDERÁ ON-LINE

O presidente norte-americano Barack Obama receberá perguntas do público pelo YouTube sobre seu discurso do "Estado da União" nesta quarta-feira (27), e as responderá on-line na próxima semana, informou a Casa Branca hoje. O diretor de Novas Mídias da Casa Branca, Macon Phillips, explicou em um post no blog da Presidência que as perguntas podem ser enviadas ao YouTube.com/CitizenTube assim que o discurso ao Congresso começar, às 21h locais (00h de quinta-feira em Brasília). "Temos o prazer de anunciar que o presidente Obama usará a web para oferecer ao público uma forma direta e participativa de se comunicar com ele", disse Phillips, explicando que a Casa Branca quer garantir, com isso, que o discurso de Estado atinja o maior número de pessoas possível. Phillips acrescentou que as perguntas feitas por meio do portal de vídeos YouTube serão respondidas por Obama na próxima semana "em um ato especial on-line, ao vivo da Casa Branca".


NASCE O PRIMEIRO CLONE HUMANO, DIZ MOVIMENTO RAELIANO

O primeiro clone humano nasceu no dia 25/01, afirmou a química francesa e integrante da seita raeliana Brigitte Boisselier. Segundo Boisselier, 46, presidente do laboratório Clonaid, uma menina chamada Eve teria nascido de cesárea com 3,1 quilos às 14h55 (horário de Brasília) do dia 25, e suas condições são estáveis. Em novembro, ela disse que uma criança clonada nasceria nos Estados Unidos como cópia genética de sua mãe. Os esforços dos raelianos para clonar um ser humano foram realizados em completo segredo, o que não permite confirmar a veracidade da informação divulgada por Boisselier. Segundo a química, o jornalista Michael Guillen será encarregado de conduzir testes com amostras de tecido do bebê e da mulher clonada para confirmar o feito. Os resultados estariam disponíveis em oito ou nove dias. Os raelianos, que garantem ter 55 mil seguidores em todo o mundo, acreditam que o homem foi introduzido na Terra por seres extraterrestres há 25 mil anos. O movimento, criado pelo ex-jornalista francês Claude Vorilhon, autodenominado Rael, afirma que a clonagem permitirá ao ser humano obter a vida eterna. Em novembro, o médico italiano Severino Antinori anunciou em Roma que o primeiro clone humano nasceria no início de 2003. O anúncio provocou ceticismo e indignação na comunidade médica e científica. O especialista de reprodução Jacques Montaigut, membro do Comitê Nacional Francês de Ética, mostrou-se "indignado" com esse "anúncio duvidoso" e por esta "corrida fantástica em direção à imortalidade, aos bancos de órgãos e aos negócios". "Precisamos proibir a clonagem reprodutiva em todo o mundo. É uma questão que envolve os direitos humanos", afirmou Montaigut, citando os "riscos inadmissíveis para o bebê". Os cientistas advertem os perigos observados na clonagem de animais: anomalias no coração, nos pulmões, no sistema imunológico e no fígado, além de obesidade, alto índice de mortalidade antes ou imediatamente depois do nascimento, câncer e envelhecimento precoce. A clonagem humana é proibida em cerca de 30 países, mas alguns Estados admitem sua utilização para fins terapêuticos, não reprodutivos.


RÁPIDAS & CURTAS DO BORJÃO:

# O homem nos últimos 4.000 anos vem se preocupando em estudar e conhecer tudo o que está ao seu redor. Conseguiu decifrar as estrelas, o sistema solar e as fórmulas matemáticas. Desenvolveu máquinas, raio laser, viagens espaciais e mais uma incontável série de descobertas fascinantes. Mas um estudo merecia um pouco mais de atenção, diante de tanta complexidade: o estudo do ser humano. O primeiro passo a ser dado começaria pelo autoconhecimento, a auto-indagação, a intuição e o pensamento lógico. São boas maneiras e atitudes para se ampliar os laços com a virtude, como instrumento de autodesenvolvimento sustentável e contínuo, corrigindo falhas num percurso extenso chamado vida. E tudo isso é, em princípio, olhar para o próprio umbigo e entender realmente quais as verdadeiras necessidades do ser humano diante de seus processos evolutivos. Estuda a ti mesmo e conhece melhor o próximo. Pense nisso e construa um mundo melhor. (Rivalcir)

# Estivemos na bela Tibau-RN no período de 21 a 25 de janeiro, e percebemos uma cidade limpa e segura. De parabéns a polícia e o Município pelo trabalho executado em todo o período de veraneio no trecho entre as cidades de Mossoró e Tibau. Barreiras bem localizadas, trabalho ostensivo e ações educativas na busca por coibir as infrações dos teimosos motoristas da região. Trabalho exemplar.

# FILOSOFIA DE BOTECO MADE IN "RABISCOS DO SAMUEL": O careca entra no bar e senta na mesa. O bêbado atrevido dispara: - Por que você não usa uma peruca? Com calma, o careca responde: - Peruca é uma coisa que nunca me passou pela cabeça.

# O QUE FALAM DO BLOG DO BORJÃO: O "web leitor" João de Messejana ao acessar o blog em 19-01-2010 no tópico IMAGEM DO DIA que em 18-01-2010 foi disponibilizada uma belíssima imagem da beira-mar de Fortaleza-CE, clicada pelo competente Alex Uchôa, postou o seguinte comentário: "Essa foto ficou espetacular com esse casal. Uma obra de arte."



INDICADORES DO BLOG



TURISMO NO BLOG


LAGOINHA DO LESTE E SUAS TRILHAS

por Bruna Tiussu  




Espremida entre dois costões, a Praia da Lagoinha do Leste, em Florianópolis, é uma pequena enseada de apenas um quilômetro de extensão, com águas cristalinas e ondas bem formadas. Uma paisagem exuberante e rústica que, para ser desfrutada, exige disposição para caminhar ? a única forma de chegar é a pé.

Dois caminhos. As opções de trajeto são duas. O mais longo tem como vantagem a vista mais bonita. Vá até a Praia da Armação, no sul da ilha, e dali ande até a Praia de Matadeiros. Então, siga a placa que indica a direção da Lagoinha do Leste. Serão aproximadamente duas horas e meia de caminhada contornando o morro.


A mata aberta permite uma vista privilegiada do mar batendo nas pedras e é possível enxergar até a Praia do Campeche. Apesar de longa, a trilha é leve ? você nem precisa usar tênis, se não quiser. Mas boné e uma garrafinha d"água, que pode ser reabastecida em uma bica no meio do caminho, são mais que recomendáveis.


Com esforço. O percurso mais curto começa numa ruazinha da Praia do Pântano do Sul. Como não há placa que indique qual é a via correta, pergunte a um morador. A trilha, um pouco mais íngreme, segue pela mata fechada.


Uma hora é o tempo necessário para subir e descer o morro que separa as duas praias. Na metade do trajeto, bem no topo, há um mirante de onde já se tem uma bela vista da orla lá embaixo. Aproveite para recuperar o fôlego e tirar belas fotos.


Experts. A qualquer momento, você será ultrapassado na trilha por um surfista. Para não perder as ondas dali, eles são capazes de encarar as trilhas todos os dias. Daí a prática e a velocidade.

Vá preparado. Basta colocar os pés na areia da praia e dar um mergulho no mar para se sentir imediatamente recompensado pelo esforço feito para chegar até ali. Mas se a ideia é passar o dia todo, vá preparado. Ou seja, leve lanche e água. Não há restaurantes ou quiosques na praia e até mesmo os vendedores ambulantes são raros.


CIRCULA NA INTERNET



IMAGEM DO DIA


Uma  bela imagem clicada pela digital do Borjão da sensacional paisagem na Praia de Tibau-RN, na região da casa dos 'Borges"

PIADA DO BLOG

SÓ TOMO LEITE COM TODDY


Um sujeito entra num bar na cidade de Assú-RN com muita fome e pede comida ao proprietário. O dono do bar diz que o único alimento disponível no local era um copo de leite que tinha sido vendido a um senhor que estava sentado sozinho em uma mesa no cantinho do bar. O sujeito faminto dirigiu-se ao senhor que só tinha bebido a metade do copo de leite e falou:

- Meu senhor por favor a minha fome está muito grande, ha mais de 02 dias que não ponho nenhum alimento na minha sofrida barriga, pelo amor que o senhor tem a Deus, dê-me essa metade de copo com leite, pois já estou desmaiando com tanta fome, ajude um pobre coitado.

O senhor olhou para o homem faminto e mandou que ele sentasse ao seu lado e falou bem baixinho no seu ouvido:

- Olha amigo! Se deseja matar a sua fome com a metade do copo de leite, eu tenho a seguinte proposta: Como você está sem comer um alimento ha mais de 02 dias, e eu estou com mais de 02 meses que não trepo com ninguém, eu lhe dou essa metade de copo de leite e você me dá o seu rabinho para que eu possa saciar a minha falta de sexo.

O pobre sujeito ficou em dúvida se aceitava a proposta ou não, mas a fome era tão grande que o pobre coitado resolveu aceitá-la. O senhor e o sujeito faminto foram para um "WC" do bar, e o faminto desceu a calça e cueca e se encostou na parede e olho para trás para ver o que o senhor iria fazer. Quando o senhor botou o pênis para fora e o faminto viu o tamanho do órgão sexual começou logo a tremer as pernas de medo e fez a seguinte pergunta:

- Meu senhor!  O leite tem Toddy?

O senhor já muito excitado e doido para saciar a sua vontade disse apressadamente:

- Não! Aqui nesse bar não tem Toddy.

O faminto rapidamente vestindo a cueca e a calça saiu dizendo euforicamente:

- Pois meu senhor, pode beber o seu leite, pois só bebo leite com Toddy, já que aqui não tem, vou procurar em outro lugar, tchau e até nunca mais seu "acavalado."

TEXTO DO BLOG


JOSÉ DIRCEU E OU RUBEM BARBOSA
 









por Joaquim Falcão

Poderá haver aliança, mais ou menos extensa ou permanente, entre PT e PSDB, depois das próximas eleições? Qualquer que lhe seja o resultado?
Esta pergunta foi feita, direta ou indiretamente, com prós e contras, em artigos recentes de Janine Ribeiro, Fernando Henrique, José Dirceu, Candido Mendes, e Rubem Barbosa.
No cerne, tanto a aliança vitoriosa dos principais líderes destes partidos contra o regime autoritário. Quanto à desaliança dos oitos anos de governo de Fernando Henrique e, quase, de Lula.
Como diz José Dirceu do PT no número 8 da Revista Interesse Nacional comandada por Rubem Barbosa do PSDB, o PT, pós autoritarismo, seguiu na busca do ideal da igualdade, a favor das classes historicamente menos favorecidas.
Já o PSDB seguiu outro caminho, o do neoliberalismo. Mas, diz Fernando Henrique, Lula está nos conduzindo ao risco do autoritarismo popular, espécie de sub peronismo.
Como sempre acontece, sobretudo na crescente estufa pré-eleitoral, os diagnósticos são mutuamente excludentes. A questão porém seria: que experiência do passado, pode influenciar o futuro?
A do passado anterior, a aliança política contra o autoritarismo, ou a do passado posterior, a desaliança nos e entre os governos FHC e Lula? Tudo são encontros e desencontros.
A resposta so vira depois das eleições. Só elas vão estimular convergência ou divergência. Enquanto isto, além das duas recentes exitosas experiências de convergências suprapartidárias, vale lembrar uma terceira, e fazer uma distinção.
Sem ordem de preferência. Por um lado, lembrou-se a continuidade pelo governo Lula do núcleo principal da política macro econômica de controle da inflação de Fernando Henrique. Por outro, a unanimidade nacional e internacional da política macro social do governo Lula, simbolizada no Bolsa Família.
Aceitação tão grande, que PT e PSDB disputam-lhe paternidade. Não sendo, historicamente, nenhum deles, o pai. O pai foi Cristóvão Buarque que implanta com êxito e visibilidade a bolsa escola, na UnB em 1986 e depois no governo de Brasília em 1995.
Depois sai correndo o país, a convencer outros estados a tanto. Mas como Cristóvão já não é nem PT nem PSDB, é excluído dos eleitorais testes de dna.
Existe porem terceira, tão ou mais importante, convergência: a reforma da justiça em curso desde 2004, somente aprovada pelo Congresso Nacional devido a aliança transpartidária entre: o relator, senador José Jorge do PFL/DEM, o Ministro da Justiça de Lula, Márcio Thomas Bastos do PT, e o Presidente do Supremo Nelson Jobim, antes e depois, do PMBD. A reforma política não foi feita. Nem a previdenciária, nem a fiscal.
Mas a criação do Conselho Nacional de Justiça, súmula vinculante, repercussão geral, lei dos recursos repetitivos, expansão dos juizados especiais, nos leva longe ainda, mas mais perto do Judiciário de que o país anseia.
Até novembro de 2009 os tribunais deram andamento a 2.366.432 processos paralizados. País no mundo, tanto fez.
Qual destas convergências pode vir a ser paradigma para o futuro? Nenhuma, óbvio. O passado informa o presente. Necessariamente nem conforma, reforma ou deforma o futuro. Divergências e convergências, concorrencia, harmon ia ou complementariedade, são faces da mesma moeda: a vida quotidiana.
Partidária inclusive. Inter e entre. Como lembra Fernando Henrique, o pressuposto da democracia é a existência de conflitos, de divergências. A questão seria então: Pode-se, na inevitabilidade da divergência, cunhar objetivos comuns, que ao reforçar todos, reforça cada um nas suas diferenças?
Aqui a distincao a se feita. Esta arena politica pode ser dividida em duas: reformas institucionais e programas de governo. Reforma institucional é a do Judiciário, refroma sde estado e nao programa de governo. Reforma inclusive acima dos três poderes da República.
Programas de governo foram as duas outras : as politicas macro economica e macro social. Eleições é o momento de discutir ambas. E aqui meu principal ponto neste debate.
Assim como se corre o risco da disputa para presidência obscurecer a disputa pela composição ética e ideológica do Congresso – e depois não se queixem, como bem alertou Cesar Maia. Assim também se corre o risco de, nas eleições, somente se discutir programas de conjuntura.
O Brasil do curto e médio prazo. Obscurecer o de longo prazo, que possibilita, ou não, o sucesso seja do PT, do PSDB ou do PV. Por reformas institucionais não me refiro às bloqueadas reformas política, fiscal ou previdenciária.
Estas estão hiper-partidarizadas. Refiro-me a reformas de instrumentos institucionais, de baixa partidarização, a servir a qualquer programa de governo, tais como a reforma do processo orçamentário, do direito de propriedade para habitação de baixa renda, da federação educativa, o combate ao trafego de drogas, e outras.
Tantos e tão necessários caminhos para nos aproximar pluralmente do futuro.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

CITAÇÃO DO DIA



CHARGE DO DIA



RAPIDINHAS DO BLOG...


JURO É O MAIS BAIXO DESDE 1994, MAS TAXAS DEVEM SUBIR

O juro médio cobrado nos financiamentos das pessoas físicas caiu para 42,7% ao ano em dezembro, o nível mais baixo desde 1994, segundo a série estatística do Banco Central (BC). Apesar disso, a perspectiva do mercado de crédito é de início de alta dos juros nos próximos meses, dizem analistas. Na média entre todas as operações realizadas em dezembro de 2009, incluindo pessoas físicas e empresas, o juro caiu de 34,9% para 34,3% ao ano, a segunda taxa mais baixa da série. Mas números divulgados hoje pelo BC mostram que, diante da perspectiva de aumento do juro básico da economia, a taxa Selic, os bancos estão pagando cada vez mais caro para obter dinheiro no mercado. O chamado custo de captação sobe ininterruptamente desde setembro. A alta deve se refletir em juros mais altos ao consumidor nos próximos meses. Algumas operações "menos seguras" pelos bancos - como o financiamento de loja e o crédito pessoal - já estão mais caras. O crédito nas lojas subiu 3 pontos porcentuais entre novembro e dezembro, para 54,8% ao ano. No crédito pessoal, o juro avançou 0,8 ponto, para 44,4% ao ano. Em dezembro, os bancos pagaram, na média, 10% ao ano para captar dinheiro junto aos investidores. Quatro meses antes, o custo era de 9,1%. O chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, admitiu que a alta tem relação direta com a trajetória dos juros no mercado futuro, segmento que tem sido pautado pela expectativa de alta da Selic. Para a maioria do mercado, o Comitê de Política Monetária (Copom) deve começar a elevar o juro em abril. "É quase consenso no mercado financeiro que a Selic começará a subir em breve. Isso afeta a taxa de captação dos bancos. As taxas ao consumidor irão parar de cair em breve e devem ter um aumento em seguida", diz o professor de finanças do Insper São Paulo Ricardo José de Almeida. O custo de captação sobe porque o investidor que tem dinheiro disponível só repassa para o banco se receber juro condizente com a previsão para a Selic. Para o mercado, a Selic deve subir dos atuais 8,75% ao ano para 11% até dezembro. Altamir Lopes minimizou a trajetória da taxa de captação paga pelos bancos e a possível alta dos juros ao consumidor. Para ele, os números ainda mostram "um movimento pontual" e a expectativa oficial é que há chance de alguma redução adicional nas taxas ao consumidor. "A redução da inadimplência abre espaço para que o juro caia. Não será no mesmo ritmo observado nos últimos meses porque já estamos em um piso", disse. O espaço para corte do juro, diz Altamir, vem do chamado spread bancário, que é a margem que o banco cobra nos empréstimos. Para ele, ainda há "gordura" para queimar no spread que subiu fortemente no ápice da crise.


GOVERNO INCENTIVARÁ DESCONTOS PARA MUTUÁRIOS ANTIGOS

O governo vai criar incentivos para que bancos privados concedam descontos aos mutuários que financiaram a compra da casa própria até 5 de setembro de 2001. Hoje, essas pessoas têm dívidas impagáveis por causa do descompasso entre a correção das prestações e do saldo devedor. A medida deve beneficiar cerca de 30 mil famílias que fecharam contratos sem a cobertura do Fundo de Compensação das Variações Salariais (FCVS), no fim da década de 80 e no início da década de 90. A possibilidade de as instituições financeiras privadas refinanciarem a dívida de seus mutuários inadimplentes em troca de uma compensação do governo federal foi garantida pela Lei 11.992, de maio do ano passado. Desde então, a regulamentação da lei está nas mãos dos técnicos do Banco Central (BC). A expectativa é de que em breve as regras estejam prontas para serem apreciadas pela diretoria colegiada da autoridade monetária e, posteriormente, pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). O desequilíbrio desses contratos imobiliários é um fantasma antigo do qual o governo não conseguiu se livrar. Ele decorre, principalmente, do período de hiperinflação, em que a legislação brasileira permitia que, nos financiamentos feitos no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), as prestações fossem corrigidas pela variação salarial e as dívidas, de acordo com a inflação. Ou seja, o valor das parcelas pagas mensalmente era insuficiente para amortizar a dívida e evitar a disparada do saldo devedor. Esse descompasso provocou uma bola de neve tanto para os mutuários, que até hoje não conseguiram quitar os contratos, quanto para o governo, que desembolsa bilhões para cobrir incentivos concedidos à época para viabilizar o pagamento dos financiamentos. No caso dos contratos que tinham cobertura do FCVS, o governo federal assumiu o resíduo no fim do período de financiamento. Os cofres públicos também pagaram o ônus das operações sem cobertura do FCVS feitos na Caixa Econômica Federal. O problema é que os contratos feitos em bancos privados não tiveram o mesmo tratamento. Segundo fonte ligada às instituições financeiras, mesmo que quisessem, os bancos privados não podiam oferecer descontos. Isso porque teriam de pagar imposto sobre o desconto concedido. Além disso, poderiam passar a descumprir os limites mínimos de aplicação em financiamento imobiliário estabelecidos pelo BC. A avaliação é de que houve um problema na economia como um todo e, portanto, todos os mutuários - sejam da Caixa ou não - precisam de incentivos para renegociar suas dívidas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


TABLET DA APPLE JÁ MEXE COM IMAGINAÇÃO DE DESENVOLVEDORES

O novo tablet da Apple, que deve ser lançado amanhã quarta-feira (27) em San Francisco, já mexe com a imaginação dos desenvolvedores para a criação de aplicativos voltados ao aparelho. Segundo o jornal norte-americano "The New York Times", o dispositivo deve rodar aplicativos desenvolvidos para o iPhone. No entanto, a tela maior --algo em torno de 10 polegadas-- e outras ferramentas disponíveis no tablet deve inspirar os desenvolvedores na criação de novas configurações em aplicativos, como games que duas ou mais pessoas podem jogar facilmente no mesmo aparelho. "Dado o sucesso do iPhone, desenvolvedores estão começando a criar recursos para o grande formato", diz Gene Munster, analista sênior de pesquisa da empresa Piper Jaffray. "A tela grande realmente mexe com a imaginação e dá aos desenvolvedores de aplicativos novos tipos de perspectivas". Ainda de acordo com o jornal, Ge-Wang, cofundador da Smule, companhia por trás de aplicativos como o T-Pain, que transforma o iPhone em um aparelho musical, diz que a expectativa é que o tablet seja melhor do que o iPhone na detecção do toque múltiplo, ou seja, feito por diversos dedos. "No iPhone, há, no máximo, cinco pontos de toque", diz Wanf. "Você não precisa de muito mais que isso porque é tudo o que você pode fazer naquela tela". Um tablet com uma tela multitoque maior e melhor "pode significar o novas interfaces de uso, layouts de tela, instrumentos, dispositivos e jogos". Ele disse que a sua companhia não está trabalhando em nada específico para o tablet da Apple, mas que a empresa está ávida para iniciar a experimentação do aparelho. Outros desenvolvedores de aplicativos para o iPhone veem o tablet como uma alternativa para arrebanhar uma grande fatia do mercado de softwares. Alguns analistas estimam que a App Store, loja virtual de aplicativos da companhia, gere em torno de US$ 1 bilhão por ano em receita para a empresa e desenvolvedores --e um dispositivo com tela larga deve expandir isso. "Estamos sempre competindo com a televisão na sala de estar", diz Bart Decrem, executivo-chefe da Tapulous, empresa que faz games e outros aplicativos para iPhone e iPod. "Passamos muito tempo na batalha pelo tempo dos usuários com 'Rock Band', 'Guitar Hero' e YouTube". "Um novo dispositivo como o tablet pode aproximar o PC e uma tela de televisão, o que pode nos ajudar a ter mais fatias e mentes do mercado", afirma.


RÁPIDAS & CURTAS DO BORJÃO:


# Com a finalidade em curtir as delícias da aprazível Praia de Tibau-RN, o Borjão e a amada Lucinha não perderam tempo em aproveitar o tempo disponível para as programações em residências de pessoas amigas. Na sexta, 22/01, O casal Herbert Vieira e Gorethe ofereceu uma saborosa Peixada de Cioba regada a um bom vinho e scotch, onde batemos um bom papo com o casal anfitrião e sua distinta Família, quando tivemos o prazer de conhecer a belíssima Giulia, filha do casal Herbert Jr. e Gisela.

# No sábado, 23/01, fomos recepcionados juntamente com os manos Chico Borges e Zuíla, Ana Borges e Luis Soares, pelo casal Elviro Rebouças e Ninah, com um excelente churrasco coordenado pelo genro do casal o famoso "Biano" (Fabiano), acompanhado de várias geladíssimas cervejas.

# No domingo, 24/01, foi a vez do Borjão prestigiar o "alpendre" do amigo Pedro Almeida e Valme, com a presença do amigo e Secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte, o grande "Das Chagas", do Deputado Lahyre Rosado, do casal amigo Fernando e Vera Rosado, o músico Marcelo Mota, os filhos, netos, genro e nora do casal anfitrião. Destaque para a neta do casal anfitrião Maria Eduarda que deu um verdadeiro show na interpretação da canção "Como é grande o meu amor por você" do nosso querido 'Bebeto Carlos. Saboreamos uma deliciosa feijoada acompanhada de dezenas de cervejas super geladas.

# A notícia triste que recebemos no final da tarde de domingo, foi o trágico falecimento do irmão do meu cunhado Luis Soares, o bom camarada o Administrador Fernando Soares da Silva, 63 anos. À Família enlutada o Borjão, Lucinha, Filhas, Netos e Genros, enviam os sinceros pêsames.

INDICADORES DO BLOG



VOCÊ SABIA?


A DOENÇA MAIS ANTIGA DO MUNDO

Atualmente, médicos e especialistas têm conhecimento acerca de inúmeras doenças, de todas elas a mais antiga é a hanseníase. Os primeiros registros dessa doença datam de 1350 a.C.. Apesar de ser muito antiga, o tratamento eficaz da doença só foi descoberto no começo dos anos 80, com o desenvolvimento da poliquimioterapia.

A hanseníase é provocada pela bactéria Mycobacterium leprae, também conhecida como Hansen, ela agride principalmente os nervos e a pele, podendo, em estágios mais graves, resultar em deformações. A lepra, como era conhecida, consome, resseca, agride e penetra na pele, deforma nervos, músculos e ossos.

No início ela provoca uma dor quase insuportável que logo passa e é substituída pela perda da sensibilidade e dos movimentos. O nome foi alterado por causa do preconceito com o qual os portadores da doença eram tratados, no Brasil a lepra passou a ser conhecida como hanseníase.

Em números absolutos de hanseníase, o Brasil é o segundo país no ranking, perdendo somente para a Índia.


BIOGRAFIA DE CELEBRIDADES


DILERMANDO REIS

(Violonista e compositor )


1916-1977


Violonista e compositor nascido em 22 de setembro de 1916 em Guaratinguetá, SP e falecido em 2 de janeiro de 1977, no Rio de Janeiro, RJ. Dilermando dos Santos Reis começou a estudar violão com o pai, o violonista Francisco Reis, ainda na infância. Em 1931, aos 15 anos de idade, Dilermando já era conhecido como o melhor violonista de Guaratinguetá. Neste mesmo ano, assistindo a um concerto do violonista Levino da Conceição, que se apresentava na cidade, tornou-se seu aluno e seu acompanhador, seguindo-o em suas excursões. Em 1933 chegou ao Rio de Janeiro, em companhia de Levino e segundo contou em depoimento ao MIS \"ao desembarcarmos na Central, tomamos o bonde com destino à Lapa à procura do violonista João Pernambuco\" (amigo de Levino). O violonista residia num quarto de uma república na Praça dos Governadores (posteriormente Praça João Pessoa) localizada no cruzamento da Av. Mem de Sá com a Rua Gomes Freire). Passaram o resto do dia ( e a noite) com João Pernambuco, entre conversas e música. Em 1934, Levino a pretexto de ir a Campos, deixou pagos 15 dias de hotel para o jovem violonista e nunca mais voltou. Sozinho na cidade, Dilermando procurou auxílio com João Pernambuco, que o acolheu. Em fins da década de 30, envolveu-se num caso amoroso com Celeste, companheira de seu ex-professor Levino Conceição. O casal passou a residir na Rua Visconde de Niterói, próximo ao Morro de Mangueira. Viveram juntos por toda a vida. Um dos mais importantes violonistas brasileiros, atuou como instrumentista, professor de violão, compositor, arranjador, tendo deixado uma obra vultuosa, versátil, composta de guarânias, boleros, toadas, maxixes, sambas-canção e principalmente de valsas e choros. Iniciou sua vida profissional aos 18 anos de idade. Segundo seu relato ao Jornal do Brasil \"Naquela época as lojas de instrumentos musicais mantinham professores de música que ajudavam a aumentar a clientela. Dei aulas numa loja na rua Buenos Aires, depois fui apresentado por um aluno ao dono da loja \"Ao Bandolim de Ouro\". Em 1935, passou a lecionar na loja \"A Guitarra de Prata\". Por essa época, Dilermando começou a acompanhar calouros na Rádio Guanabara, trabalho esporádico e sem contrato. No intervalo de uma dessas apresentações, Dilermando como costumava fazer, solava uma valsa \"Gota de lágrima\", de Mozart Bicalho quando o radialista Renato Murce ouviu e gostou. Levou o violonista para a Rádio Transmissora e deu-lhe um programa de solos de violão, para experimentar o resultado. O programa foi um sucesso e iniciava-se neste momento uma carreira de violonista destinado à fama. Como já naquela época não era possível sobreviver apenas de solos de violão, continuou como acompanhador em regionais, como faziam todos os grandes violonistas da época (Garoto, Laurindo de Almeida, etc). Em 1940, transferiu-se pra a Rádio Clube do Brasil. Nesse mesmo ano, formou uma orquestra de violões (composta de 10 violonistas), à qual acredita-se que tenha sido uma das primeiras do gênero. Atuou com êxito na Rádio Clube e também Cassino da Urca. Em 1941, gravou seu primeiro disco pela Colúmbia, onde constavam a valsa \"Noite de lua\" e o choro \"Magoado\", provavelmente o mais conhecido e mais executado de seus choros. Em 1944, fez um segundo disco também com composições suas. Em 1946, mais dois discos num dos quais registrou pela primeira vez músicas de outro compositor. Encerrou a década de 1940, com um total de nove discos gravados. A década de 50, representou a consolidação e grande avanço na carreira do artista. Em 1956, assinou contrato com a Rádio Nacional, com o programa \"Sua majestade, o violão\", nos primeiros anos apresentado por Oswaldo Sargentelli e posteriormente por César Ladeira. O programa tinha por prefixo a mazurca \"Adelita\", de Francisco Tárrega e se manteve no ar até 1969. Na década de 60, gravou vários LPs. Em 1960, lançou o disco \"Melodias da Alvorada\", em homenagem à nova capital, com arranjos e regência de Radamés Gnattali. De 1941 a 1962, lançou 34 discos de duas faces (68 músicas) em 78 rpm. Dentre essas, 43 de sua autoria. Com o início da era do LP, Dilermando passou a gravar perfazendo um total de 35 LPs gravados em sua carreira. Os LPs, mostraram uma nova faceta do violonista: o acompanhamento de cantores com apenas um violão, que neste caso se caracterizava pela apresentação da canção, seguida de um solo de Dilermando, voltando ao acompanhamento para terminar. Nesse estilo de acompanhar, Dilermando esteve ao lado de José Mojica quando este veio ao Brasil e fez um total de sete LPs com o cantor Francisco Petrônio. Em 1970, Radamés Gnattali dedicou ao violonista o Concerto nº1, gravado nesse mesmo ano. Como professor, ensinou a grandes violonistas dentre os quais Darci Vilaverde e Bola Sete. Foi também professor de Maristela Kubitscheck, filha do presidente Juscelino, de quem foi grande amigo e parceiro de serenatas. Essa amizade, aliás, valeu a Dilermando a nomeação para um cargo público, o que muito lhe aliviou as dificuldades financeiras. Em 1972, gravou o LP \"Dilermando Reis interpreta Pixinguinha\", e em 1975 lançou \"O violão brasileiro de Dilermando Reis\" ambos pela Continental. Em alguns de seus LPs foi acompanhado pelos grandes violonistas Horondino Silva, o Dino Sete Cordas e em outros por Jaime Florence, o Meira. Além de sua vasta obra, Dilermando deixou inúmeros arranjos editados. Na década de 90, o violonista Genésio Nogueira iniciou uma coleção de LPs e CDs dedicados à obra do compositor.